Últimas Notícias

Trata-se de execução da OPERAÇÃO “VENEZIANO”, visando a realização das seguintes diligências policiais, ora decretadas pelo Juízo de Direito da Comarca de Turvânia/GO, em sede de Cautelares Criminais mediante representação da Autoridade Policial, a qual apura os crimes de furto mediante fraude, associação criminosa, falsidade ideológica, tipificado nos artigos 155, §4º, II, 288 e 299, respectivamente, com possível vítima a COOPERATIVA MISTA AGROINDUSTRIAL DE PALMINÓPOLIS – COOMAP e como autora a gerente local do BANCO SICOOB – Agência de Palminópolis, sendo também apurado nesta fase a participação de outros envolvidos ligados ao desvio.
Em síntese, a gerente da instituição financeira SICOOB, Sra. F. S. desviou o valor aproximado de R$: 2.700.000,00 (Dois Milhões e Setecentos Mil Reais) da Cooperativa Mista Agroindustrial de Palminópolis – COOMAP.


A Operação “VENEZIANO” foi iniciada na cidade de Palminópolis/GO, porém, deflagrada em mais 01 (uma) cidade, com a execução de 01 (um) Mandado de Prisão Temporária, 05 (cinco) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar e 05 (cinco) Mandados de Busca e Apreensão sendo 04 (quatro) mandados a serem cumpridos na cidade de Palminópolis, 01 (um) mandado a ser cumprido na cidade de São João da Paraúna-GO.

Ela leva esse nome, em razão de veneziano ser um sistema-padrão usado em empresas  e organizações para registrar transações financeiras. A ideia do método desenvolveu-se quando se criou a conta Capital/Caixa (em dialeto vêneto, cavedal) com a primeira transação financeira da entidade, qual seja, a colocação de dinheiro nas contas da mesma pelos sócios. Desde então, esse método tem sido usado para verificar se cada transação financeira, registrada na forma de uma entrada, tem uma saída igualmente correspondente.

Texto e fotos enviados pelo Delegado Regional, Tiago Junqueira