A Rede Diocesana de Rádio recebeu, nesta sexta-feira (09) o delegado de Polícia Antônio Machado, que após 21 anos retorna a Iporá por um curto período, em substituição ao titular Ramon Queirós. O delegado ouviu ontem, Nivaldo Costa Cunha de 29 anos, que confessou ser o autor dos disparos que culminaram com a morte de Eliana Oliveira Gonçalves de 27 anos, crime ocorrido no dia (2) por volta das 23h.

Nivaldo disse que era o terceiro encontro com a vítima que havia conhecido a poucos dias, e que atirou nela devido a recusa do convite de passar a noite juntos, Eliana disse que tinha um filho pequeno, que tinha que cuidar dele, devido a isso não podia passar a noite com aquele que seria seu algoz.

Irritado, Nivaldo disparou três vezes e atingiu a cabeça da vítima, que foi abandonada próximo ao hospital, recebeu os primeiros atendimentos em Iporá e depois encaminhada para Goiânia, não resistiu e acabou vindo a óbito.

O delegado informou que o autor tem antecedentes, e que estava perseguindo pistas dele, que encontrava-se em local incerto. Ele foi avistado pela equipe em diligência nas margens da rodovia G0-060 entre Iporá e Israelândia.

Ao ser abordado portava uma arma carregada, mas não esboçou reação, e foi preso, agora está a disposição da justiça no centro de inserção social de Iporá.

Reportagem: Pedro Claudio – DRT/GO 1538 – Rádio Rio Claro