Na próxima terça-feira, dia 28, o prefeito de Iporá Naçoitan Leite será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por conta de supostas irregularidades cometidas na campanha eleitoral de 2016. O Ministério Público Eleitoral denunciou o ex-prefeito Danilo Gleic por realizar altos gastos para ajudar na campanha de Naçoitan, e a justiça acatou o pedido.

Houve ainda, segundo a Justiça a contratação de um helicóptero, durante essa campanha, para espalhar panfletos pela cidade, o que é considerado ilegal. Em 2017 Naçoitan recorreu. Na época, o TRE entendeu que não existiam provas contra o prefeito. Duilio Siqueira, vice-prefeito, também foi condenado em primeira instância pela justiça eleitoral em Goiás. O prefeito Naçoitan Leite, durante coletiva de imprensa essa semana, se pronunciou sobre o assunto, dizendo aguardar a decisão com tranquilidade.

Disse que seu trabalho como administrador do município, tem acontecido com empenho e que, mesmo com um resultado em seu desfavor, o município estaria bem amparado, pois se condenado, com seu afastamento assumiria o Presidente da Câmara, o vereador Samuel, que concluiria o trabalho desse mandato  no município.