Hoje 31/10/2019 tem no estádio Serra Dourada as 20:30h jogo entre Goiás e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, mas além do futebol um fato chama a atenção nos bastidores do evento, o grande interesse de políticos de marcar presença. A tietagem ao time carioca, líder do campeonato líder da competição causa problemas entre entidade governamental do estado e a Associação dos Cronistas Esportivos.

Acontece a Superintendência de Segurança e Infraestrutura Esportiva do Governo de Goiás, pasta chefiada por RUDSON ROSA GUERRA retirou 72 vagas destinadas aos profissionais da imprensa esportiva do Estado de Goiás. Essa atitude prejudica a cobertura da imprensa regional segundo a ACIEEG. (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás) 

O Sindicom (sindicato dos Trabalhadores em Comunicação nos estados de Goiás e Tocantins) emitiu uma nota de repúdio contra tal atitude e o seu presidente Miguel Novaes Filho, em comunicação endereçada ao Governador Ronaldo Caiado solicita uma intervenção junto ao Superintendente de Segurança e Infraestrutura Esportiva, Senhor Rudson Rosa Guerra para que mantenha a área destinada aos profissionais da imprensa esportiva na cobertura de eventos esportivos no Estádio Serra Dourada.

Presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás, Lucimar Augusto ficou surpreendido pelo apoio recebido e escreveu um texto sobre o assunto.

 Companheiros da crônica esportiva quero agradecer de público todo o apoio recebido dos amigos que militam na comunicação esportiva no nosso Estado, que foi maciço, de diversos Estados Brasileiros e até do exterior, nesta luta empreendida para fazer nosso direito de utilizar a tribuna de imprensa do Estádio Serra Dourada para abrigar o cronista esportivo e não dividi-la sob imposição, para abrigar também convidados de membro do poder público, que não tem este direito e que está tentando, com autoritarismo, nos impor este absurdo.

Fiquei impressionado pela união demonstrada pela categoria, com as manifestações de apoio vindas via telefone, WhatsApp, emails, e postagens em redes sociais, além dos pronunciamentos em diversas emissoras.

Um agradecimento especial ao Sindicom, na pessoa do seu presidente Miguel Novaes pela pronta entrada na luta ao nosso lado.

Vamos fazer valer o nosso direito e nos fazer respeitados como profissionais formadores da opinião pública, que não tiveram, não têm e nuca terão disposição para receber cabresto de quem quer que seja.

Grato a todos pela demonstração de coragem e solidariedade.

Lucimar Augusto

Presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás

 

Reportagem: Pedro Claudio – DRT/GO 1538 – Rádio Rio Claro