Todos os anos, no dia 15 de agosto, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, celebramos o aniversário de Dedicação da nossa Catedral São Luiz Gonzaga. Neste ano, a comemoração foi no domingo (16), visto que no Brasil a Solenidade da Assunção foi comemorada nesse dia.

A Santa Missa em ação de graças pelos 33 anos de Dedicação da Igreja foi presidida pelo pároco da Catedral, Pe. Nilton José Novato. Na homilia, ele ressaltou a importância da Igreja, que cresceu junto com a cidade e a Diocese. “O nosso templo foi crescendo com o passar dos anos, porque a comunidade viva foi crescendo junto. A nossa Igreja é sinal visível do Corpo de Cristo que somos cada um de nós”, acrescentou ele.

Ao celebrarmos essa Solenidade, a liturgia nos quer lembrar que somos também nós ‘pedras vivas’, membros da Igreja de Cristo. A nossa Catedral dedicada ao jovem Luiz Gonzaga é a Igreja-mãe da Diocese e também a sede do nosso bispo diocesano. Nela, é simbolizada a comunhão e unidade de toda a Diocese, ao redor de seus pastores.

A nossa Igreja Catedral foi construída em 1962 pelo padre Stanislau Van Mellis, que se tornaria depois o primeiro bispo diocesano, e também pelo padre Mathias Tersthappen. Com a criação da prelazia de São Luís de Montes Belos a Igreja foi elevada a Catedral. A dedicação do templo ocorreu em 15 de agosto de 1987, por Dom Washington Cruz, que chegava para ser o segundo bispo a partir daquele ano. No ano de 2005, após uma reforma litúrgica, um novo altar foi dedicado por Dom Carmelo Scampa.