O aumento de casos de COVID-19 em Goiás leva Governador a indicar lockdown (isolamento total). Hoje, dia 29/06 em vídeo conferência com Prefeitos, Ronaldo Caiado (DEM), disse que é preciso medidas duras e um lockdown de 14 dias no estado a partir de amanhã terça-feira (30/6) fará parte de um decreto. Na mesma conferência o Governador fez um pedido aos prefeitos para que adotem essa prática, e colocou os órgãos de segurança em apoio a essa iniciativa.

Em Iporá, o Prefeito Naçoitan Leite (PSDB) e a Secretária de Saúde Daniela Sallum participaram mas ainda não tem uma posição sobre o assunto, nesta semana disse que vai decidir. A UFG (Universidade Federal de Goiás) aponta em estudos que a saúde pública do estado não comportará a demanda, será uma catástrofe, caso não sejam duros no isolamento social se nada for feito para aumentar o índice de isolamento social, 13.530 pessoas morrerão por covid-19 nos próximos meses no estado.

A orientação é para fechar o comércio por 14 dias e reabrir por igual período, alternadamente, até setembro. O estado de Goiás tem 21.984 casos do novo coronavírus, com 435 óbitos registrados. Apesar de, na comparação com os outros estados, os números serem baixos, a curva de novas infecções é a que mais cresce no país.

Reportagem: Pedro Claudio – DRT/GO 1538 – Rádio Rio Claro