Com a criação das quatro foranias em nossa Diocese, Dom Lindomar Rocha, bispo diocesano, nomeou os primeiros vigários forâneos. O ofício de vigário forâneo reveste-se de notável importância pastoral, enquanto colaborador íntimo do Bispo no serviço pastoral dos fiéis e solícito « irmão maior » dos sacerdotes da forania, sobretudo se está doente ou em situação difícil. Cabe-lhe coordenar a actividade pastoral que as paróquias exercem em comum, vigiar para que os sacerdotes vivam de acordo com o seu estado e para que seja observada a disciplina paroquial, sobretudo na liturgia (Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos, 218).

Os Vigários Forâneos nomeados são:

Forania Nossa Senhora Aparecida – Vigário Forâneo: Pe. Manoel Rejane

Forania São Paulo da Cruz  – Vigário Forâneo: Pe. Pablo

Forania São Luís Gonzaga – Vigário Forâneo: Pe. Ozaine

Forania São Sebastião – Vigário Forâneo: Pe. Nilton