Welton Luiz de Sales na época com 43 anos, ajudante de pedreiro havia desaparecido no dia (28) de Dezembro de 2017, após pegar um aparelho de celular emprestado e ligar para a mãe informando que iria para o assentamento 3T, onde ela morava para passar o réveillon, mas nunca mais foi visto.

Em novembro de 2018, restos mortais de uma pessoa foi encontrada na GO-184, na estrada velha de Caiapônia, que liga o Planalto Verde a Jataí, a qual foi levada para Goiânia para realizar o teste de DNA.

Depois dos exames realizados na última semana saiu o resultado, que a ossada encontrada na antiga estrada era de Welton, a causa da morte foi em decorrência de um traumatismo craniano.

Os restos mortais de Welton foi velado nesta segunda-feira (7), no Memorial Municipal de Jataí e sepultado no final da tarde de ontem naquela cidade.

Reportagem: Guinther Rodrigues dos Santos DRT/GO 1.654 – Rádio Serra Azul