A polícia militar de Goiás flagrou na madrugada deste sábado (16) em uma casa no setor brisas da mata, em São Luís de Montes Belos, na Região oeste de Goiás, cerca de 150 pessoas aglomeradas participando de uma festa. De acordo com a policia, muitas pessoas estavam consumindo bebidas alcoólicas e não usavam máscaras ou qualquer outro tipo de proteção contra o novo coronavírus.

A festa foi descoberta pela PM durante uma patrulha. Os policias, que já tinham recebido denúncias de que festas particulares que estavam ocorrendo na cidade, notaram vários carros na rua da casa de festas e também movimentação grande de pessoas na porta no local.

Diversas pessoas que estavam presente tiveram que assinar um Termo Circunstanciado (TCO) e sem seguida foram liberadas. Além disso, um homem com 200 doses de LSD foi preso pela PM neste mesmo dia em uma das barreiras sanitárias que foram feitas na cidade. ele vinha de Goiânia.

Vigilância epidemiológica 

A coordenadora de Vigilância epidemiológica da cidade, Rosângela Cabral, afirma que as pessoas que estavam na festa serão monitoradas pelo órgão.
“Não podemos conseguir chegar em todo mundo, mas estamos fazendo um trabalho junto com a PM para tentar localizar a maior quantidade possível de pessoas para podermos observá-las a partir da próxima segunda-feira (18)”, relata a coordenadora.

Atualmente, São Luís conta com dois casos confirmados da doença que já foram curados, porém a coordenadora afirma que isso não é um sinal de que os moradores podem ficar despreocupados em relação a Covid-19.

“É preciso continuar tomando cuidado pois tem muita gente vindo de fora para a cidade e também acreditamos que o vírus já está circulando ativamente pela cidade. por isso, seguir os protocolos estipulados continua sendo essencial”, diz Rosângela.

Denúncias 

A vigilância epidemiológica da cidade disponibilizou um número que recebe ligações e mensagens via WhatsApp para receber denúncias de aglomerações e tirar dúvidas sobre o coronavírus.  “É só entrar em contato com o telefone  (64) 9 9248-8606, que iremos atender todo mundo” pontua a coordenadora.
Além desse número, o 190 da PM está disponível para receber denúncias.

Fonte: o Popular

 

>