Estudantes que financiam seus estudos no Banco do Brasil podem suspender as parcelas do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) pelo App do Banco do Brasil. O serviço já estava à disposição nas agências desde o dia 24 do mês passado. A medida é válida enquanto durar o estado de calamidade pública, decretado em função da pandemia do novo coronavírus.

O cliente BB que atende aos requisitos definidos pela Resolução 39/2020, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) pode fazer a manifestação de forma bem simples, sendo necessária apenas a concordância do estudante acerca das alterações contratuais. Pelo regulamento, após a formalização da proposta, não será possível suspender o cancelamento.

Podem aderir:
Estudantes que possuem contrato de FIES que já fizeram adesão a suspensão na Resolução nº 38 e desejam aderir a nova suspensão para pausar as parcelas enquanto durar o estado de calamidade pública.
Estudantes que são público-alvo da primeira suspensão e não fizeram a adesão.

Estudantes em situação inadimplente, cujos atrasos nas parcelas devidas até 20 de março de 2020 sejam de no máximo 180 dias. As parcelas em atraso não serão suspensas.
Estudantes que regularizarem as parcelas em atraso até 20/3, ou 180 dias antes de 20/3/2020 (nesse caso as parcelas vencidas e não quitadas antes de 20/03/2020 não são suspensas)
Estudantes sem registro de suspensão de cobrança de parcelas e sem registro de Abatimento 1% e Carência estendida.

Pedro Claudio – DRT/GO 1538 – Rádio Rio Claro